Arquivos de Tags: seguradoras

Como investir as suas poupanças em 2013

É verdade que as alterações previstas para 2013 retiraram parte do rendimento dos portugueses, é verdade que cada vez é mais difícil reservar algum dinheiro do rendimento mensal para aplicar em depósitos a prazo mas isso não quer dizer que os bancos ou as seguradoras descuidem essas opções antes pelo contrário, neste momento várias instituições apresentam opções bastante rentáveis para quem tiver disposto a colocar algum dinheiro a prazo.

O MeuPortalFinanceiro avança com algumas opções, continue a ler este artigo no portal:

http://www.meuportalfinanceiro.com/artigo/depositos-a-prazo-em-2013.html

Um apelo às seguradoras e peritos

Hoje vou escrever direccionado para as seguradoras e peritos.

Para quem não sabe, os peritos trabalham de uma forma independente das seguradoras, ou seja, as seguradoras recorrem a empresas de peritagem para fazer peritagem a sinistros.

Isto significa que a empresa de peritagem XYZ pode trabalhar para várias seguradoras.

O motivo que me leva a dirigir às seguradoras e peritos com este artigo, tem a haver com o facto de ter notado um decréscimo na qualidade de serviço prestado. Ler mais »

Seguradoras acedem a dados clínicos, mesmo após a morte

Esta notícia foi publicada no Jornal Público de 28-03-2011 e reproduzo em itálico na íntegra, por ser de interesse público (o sublinhado e negrito são meus): Ler mais »

Como consegui que a seguradora assumisse um sinistro automóvel declinado à partida

A 08-11-2010 um cliente meu teve um sinistro automóvel à saída de uma auto-estrada. Tinha seguro automóvel de Danos Próprios.

A viatura foi peritada e verificou-se que não tinha sido inspeccionada em Junho, quando deveria ter sido.

A falta de inspecção é motivo para a seguradora não assumir o sinistro, conforme expliquei num artigo anterior. Ler mais »

Seguradoras – Como melhorar a forma de comunicar com o cliente

Na sexta feira passada um cliente nosso enviou-me uma carta de uma seguradora a propósito de um aviso que recebeu por não ter pago o seguro na data de vencimento.

O cliente em questão tinha devolvido a viatura à empresa locadora cerca de seis dias antes da data de vencimento do 2º semestre (01-11-2010) e informou por escrito a seguradora. Ler mais »

Cauções exigidas por rent-a-car nas viaturas de substituição são ilegais

Já alguma vez teve que deixar uma caução ou o número do cartão de crédito numa rent-a-car aquando do levantamento de uma viatura de substituição na sequência de um acidente automóvel?

Já alguma vez, na mesma situação, a rent-a-car lhe propôs pagar uma quantia para cobrir os danos que causasse à viatura por eles cedida?

Pois saiba que, segundo o ISP – Instituto de Seguros de Portugal, isso é ilegal e passo a explicar o porquê: Ler mais »

O que (quase) ninguém sabe sobre Assistência em Viagem

Uma das coberturas mais importantes que o seguro automóvel tem é a Assistência em Viagem.

A quem é dada essa assistência? A pessoas e ao veículo.

Assistência ao veículo consiste, entre outras, em rebocar o mesmo para a oficina à sua escolha, podendo solicitar viatura de substituição após a empresa de assistência em viagem ter recebido a folha de obra da oficina. Aqui há que distinguir dois períodos: Ler mais »

O que fazer quando a Seguradora não aceita ou não responde à sua reclamação

O CIMPAS é uma associação privada, sem fins lucrativos, que resultou da reestruturação e ampliação do objecto social do CIMASA e tem por objecto disponibilizar vias de resolução alternativa de litígios, tendo instituído, para o efeito, dois procedimentos independentes e autónomos um do outro, materializados num Serviço de Provedoria do Cliente de Seguros e num Serviço de Mediação e Arbitragem de Seguros .

Serviço de Provedoria Ler mais »

Acidente Automóvel – quando não há Declaração Amigável ou não está assinada

Bom dia!

No artigo anterior escrevi sobre os cuidados a ter no preenchimento de uma Declaração Amigável. Se assim for feito, estamos perante um IDS (Indemnização Directa ao Segurado). Isto significa que cada um dos intervenientes entrega a sua participação à respectiva seguradora e esta regulariza o que tiver a regularizar no que respeita aos danos da viatura do seu cliente.

Existem situações em que não há Declaração Amigável preenchida ou esta não está assinada ou um dos intervenientes não aceita assinar a mesma. Ler mais »