Como actuar em caso de acidente automóvel com viatura de matrícula estrangeira

Hoje vou explicar os passos para uma eficaz regularização de um acidente com uma viatura de matrícula estrangeira.

Caso sofra um acidente com uma viatura de matrícula estrangeira, siga os passos abaixo:

1º – Mantenha a calma e se necessário chame a Polícia

2º – Preencha uma declaração amigável

3º – Fotografe as viaturas envolvidas e especialmente as matrículas

4º – Fotografe a carta verde da viatura de matrícula estrangeira

Caso não tenha possibilidade de fotografar, chame a Polícia

5º – Pesquise no site do Instituto de Seguros de Portugal  o contacto do representante em Portugal da seguradora da viatura de matrícula estrangeira. 

6º – Entre em contacto e siga as instruções dadas pelo representante. Se tiver as fotos e a declaração amigável, o processo será célere. Caso contrário, pode demorar um mínimo de 3 semanas.

Comente e torne-se fã da nossa página no Facebook.

Cordiais Saudações

Pedro Monteiro

 

14 Comentários.

  1. Boa Tarde,
    O meu marido esta a trabalhar em Espanha e viajou com a sua viatura de matricula portuguesa. Entretanto estacionou o carro que estava mal travado e deu um pequeno toque numa viatura de matrícula espanhola. Foi feita Declaração Amigável. Para onde é que deve ser enviada? A companhia dele é Mapfre a da outra viatura é Avfr. O meu marido contactou a Mapfre que logo informou que devia contactar o Gabinete Portugues de Carta Verde. Ele contactou o Gabinete em Lisboa e disseram que não tinham nada a ver com o assunto. 😯 O que devo fazer?

  2. Boa tarde,

    Uma viatura da matricula francesa, embateu na minha e fugiu. Apenas fiquei com informação parcial da matricula e da cor do carro. Existe algum site onde possa pesquisar as matrículas francesas?

  3. Bati em Portugal com uma viatura de matricula irlandesa, cuja companhia de seguros não tem representante em PORTUGAl. Assim fui informada que a seguradora irlandesa tem 60 DIAS ÚTEIS, para nomear um representante em POrtiugal, para resolver a acidente. Entretanto eu que preciso imenso do carro, fiquei sem carro e estou a aguardar que os outros nomeem representante, sem ter direito a carro de substituição, ou qualquer indemnização pelo transtorno. Acrescente-se que acho que a culpa do acidente é do irlandês, mas ele nem quis assinar a declaração amigável. Existe alguma maneira de ter uma viatura de substituição ou indemnização pelo facto de andar sem viatura durante pelo menos estes 60 DIAS ÚTEIS, até se apurar de quem é a culpa?

    • Boa tarde Ana

      A seguradora irlandesa terá que arcar com todas as despesas que a Ana assumiu. Junte todos os comprovativos para serem entregues à representante da seguradora. Contacte o ISP para o efeito (www.isp.pt)

  4. Boa noite, em caso de acidente em Portugal, com veiculo estrangeiro sem seguro, sendo a culpa deste, quanto tempo se prevê para conclusão do processo? Existe algum fundo (à semelhança do de Garantia) que seja usado? Havendo representante da seguradora estrangeira em Portugal, o processo é tratado de modo mais célere? Obg

  5. Bom dia,
    Obrigada pela sua resposta.
    Não especifiquei bem que o meu carro tem matricula portuguesa, logo seguro português, e o outro é francês.
    Mesmo neste caso, tenho de contactar a seguradora francesa, ou a minha portuguesa?
    Muito obrigada.

  6. Boa noite,
    Tive um acidente em França.
    Circulava pela minha faixa de rodagem bem junto à direita, quando um veiculo que circulava em sentido contrario, passando para a minha faixa, embateu no meu carro.
    Os estragos no meu carro são consideráveis.
    O outro condutor estava bebedo, foi autuado pela policia e não quis assinar a declaração amigável, apesar de ter facultado todos os dados do veiculo e seguro.
    Coloquei na declaração amigável o numero do processo da policia, relativo à autuação do outro condutor.
    A minha questão prende-se com o facto de querer saber quanto tempo costumam demorar estes casos ocorridos no estrangeiro a ser resolvidos, uma vez que preciso muito do carro para ir trabalhar.
    E se pode ser arranjado numa oficina francesa ou terá de ser rebocado para Portugal para ser arranjado.
    Ah, e só consigo contactar a minha seguradora na segunda feira… que nervos…
    Obrigada

  7. Boa tarde Pedro.
    Tive um acidente de viação com uma mota de matricula estrangeira e em Espanha, Vigo. O condutor do motociclo aproveitou uma faixa de seleção para quem queria cortar à direita para me ultrapassar e seguir em frente e quando eu cortei para a direita embati no mesmo. Preenchemos a Declaração amigável mas não chamámos a policia. Acontece que a minha seguradora, Allianz, me dá como culpada por não ter respeitado o nº 1 do artº 43º do Código da estrada. Mas a manobra dele não é mais perigosa que a minha? O acidente deu-se na Av. de las camélias logo no primeiro cruzamento à saida da plaza de américa. Já procedi à reclamação junto na seguradora do outro sinistro, a Mapfre, e estou à espera da resposta.
    Achava que as seguradoras defendessem mais os seus segurados mas fiquei muito desiludida com a minha…
    Obrigada