O que influencia a cotação de um seguro

Quando se pretende pedir uma cotação de um seguro, existem vários elementos que podem influenciar a cotação do mesmo.

Vou dar alguns exemplos:

Seguro automóvel:

– Sexo – feminino é mais barato

– Data de Nascimento e data da carta – quanto mais anos, melhor

– Histórico passado – quanto mais anos de seguro em seu nome, melhor

– Sinistros – quanto menos, mais barato

– Características da viatura – Ligeiro de passageiros é o mais barato, depois Comerciais Ligeiros, Mistos (entre 1800 kg e 2900 kg de Peso Bruto), Caminhetas (2900 kg a 3500 Kg de Peso Bruto) que são as mais caras. Dentro de cada categoria a cilindrada, potência e lotação influenciam a cotação

– Localidade – há zonas mais baratas que outras. Porto, Lisboa e Braga são as mais caras.

– Profissão – numa ou noutra seguradora, influencia a cotação.

Seguro Multiriscos Habitação, Condomínio e para lojas ou indústrias:

– Ano de construção – existem cotações diferenciadas consoante o ano de construção. Quanto mais anos mais alta é a cotação, mesmo com obras de reconstrução, de canalização ou electricidade, embora estas obras ajudem a baixar a cotação.

– Sistemas de Protecção contra roubo ou incêndio – quanto mais, melhor a cotação

– Localidade – pode influenciar na cobertura de Fenómenos Sísmicos

– Tipo de zonas – Urbana, Rural, Industrial

Mesmo que só pretenda seguro de recheio, a seguradora necessita de saber as características do edifício onde o recheio está.

Seguro Acidentes de Trabalho Conta de Outrem ou Independente:

– Actividade Profissional – Construção Civil é uma actividade de maior risco do que a de empregado de escritório, certo? Logo, a cotação também é diferenciada.

– Massa Salarial – Quanto mais alta, maior a cotação

Seguro de Acidentes Pessoais:

– Idade

– Profissão – para riscos profissionais

– Actividades de risco – andar de bicicleta ou outros veículos 2/3 rodas, prática de desportos radicais…fazem aumentar a cotação do seguro

– Capitais e coberturas e franquias – quanto maiores foram os capitais e as coberturas e quanto menor forem as franquias, maior é o prémio de seguro

Seguro de Saúde:

– Idade

– Situação clínica – No caso de problemas graves no passado podem dar origem à recusa de seguro por parte da seguradora ou então esta pode recusar segurar tratamentos ligados a esse estado de saúde

– Capitais, Coberturas e Franquias – Quanto mais, mais alta é a cotação; nas franquias, quanto mais, menor é a cotação

Seguro de Vida:

– Idade

– Situação clínica – No caso de problemas graves no passado podem dar origem à recusa de seguro por parte da seguradora ou então esta pode excluir sinistros ligados a esse mesmo estado de saúde. Na apólice tal vem mencionado.

– Capitais, Coberturas – Quanto mais, mais alta é a cotação

Estes são os principais seguros que cada um de nós, em termos particulares e em empresas, costumamos contratar. Fica assim com uma ideia do que é preciso para obter uma cotação de seguro.

Comente e acompanhe-nos no Facebook.

Cordiais Saudações

Pedro Monteiro

Os comentários est?o desactivados.