Portugueses poupam cada vez mais recorrendo ao sector segurador

Boa tarde

Hoje li uma notícia no jornal Público onde o Presidente da Liberty Portugal, José António de Sousa refere que, devido à crise que estamos a atravessar, começa a haver uma apetência maior da nossa parte em seguros de poupança.

Isso é bom, porque os nossos níveis de poupança são historicamente baixos. É preciso começar a colocar uma parte, por mais pequena que seja, do rendimento mensal para a nossa reforma ou mesmo por um objectivo futuro que cada um de nós tenha.

Cada vez mais a nossa população envelhece. Quem vai pagar as reformas dos trintões e quarentões? Vamos recebê-las por inteiro? Acredita que vamos receber 80% do nosso ordenado mensal bruto?

Pois não acredite nisso e comece a fazer algo! Saiba que, neste momento, na sua reforma deverá receber metade do seu rendimento actual.

Necessita de planear onde vai buscar o restante.

Dou algumas dicas:

– Seguros de Capitalização – junta o útil ao agradável, pois faz um seguro de vida com uma poupança. Uma parte da prestação vai para custear o seguro de vida e o restante é capitalizado ano após ano. Aconselho esta solução se não necessitar do dinheiro nos próximos 10 anos, caso contrário, a penalização de resgate antecipado é elevada. Contudo, pode optar por suspender entregas após um ano do inicio do seguro (normalmente).

– Poupanças programadas – existem produtos financeiros no mercado segurador que permitem fazer entregas periódicas sem quaisquer restrições quanto a levantamentos antecipados.

– Planos Poupança Reforma – os famosos PPR. A única vantagem é fiscal. Só pode mexer no produto quando chegar à idade da reforma, ou se tiver uma doença grave, ou ser desempregado de longa duração (mais de um ano) ou ficar inválido.

Com certeza que há várias soluções no mercado, mas tenha em mente o seguinte:

Certifique-se que escolhe um produto com uma durabilidade mínima de 8 anos e um dia, porque a taxa de retenção de IRS (taxa de juro liberatória) sobre os juros credores é de 8,6%. Até 5 anos são 21,5%, entre 5 e 8 anos são 17,2%.

Comece a poupar já e dará valor no futuro ao que está a fazer agora. Vai ver que não se arrepende!

Pode acompanhar o nosso Blog no Facebook

Cordiais Saudações

Pedro Monteiro

Os comentários est?o desactivados.